ENTREGA NO MESMO DIA PARA PEDIDOS FEITOS ATÉ ÀS 12H

 

Informações sobre cuidados com flores, orquídeas, terrários, kokedasmas e hidrocultura

 

Como cuidar das orquídeas?

Cada orquídea demanda de cuidados diferentes, mas há algumas condições básicas que todas devem contar para sobreviver:

- Como regra geral, as flores e plantas em vasos gostam de locais bem arejados, sem correntes de ar, com bastante claridade, mas nunca sob sol direto.

- Certifique-se diariamente do estado do substrato, mantenha-o sempre úmido, mas não encharcado. É só tocar no substrato para perceber se ele está seco e precisa de água. Regue em média duas vezes por semana com cerca de 200 ml de água, no substrato,  ou pulverize a raiz, no caso de orquídeas aéreas. Evite molhar as flores quando for pulverizar a planta.

- Evite acúmulo de água no pratinho, isto pode causar apodrecimento das raízes, morte das plantas e desenvolvimento de larvas do mosquito da dengue.

- Procure na Balaio ou em lojas especializadas por adubos apropriados para a sua planta e siga suas instruções de utilização.

 

O que fazer quando as flores da orquídea murcharem?

As flores murchas devem ser retiradas imediatamente. Quando todas as flores murcharem e forem retiradas, corte a haste em diagonal a cerca de 3 cm da base para que nova haste cresça e surjam novas flores.

 

Como cuidar dos buquês?

Com essas dicas, você garante flores vivas e coloridas por mais tempo:

- Ao receber um buquê, faça um corte diagonal nos caules das flores de aproximadamente dois centímetros e coloque-as em um recipiente com água limpa e fresca, o suficiente para cobrir dois dedos do caule;

- Troque a água e corte 2 cm dos caules das flores e folhagens todos os dias. Isso possibilita absorver água mais rapidamente e durar mais.

- Os conservantes próprios para flores prolongam a vida útil do buquê, deixando a água cristalina e sem odor. Quando ele é usado, a troca de água e poda podem ser feitas a cada 3 dias. Siga as instruções de uso de acordo com o rótulo do fabricante.

- Nunca deixe folhas dentro da água. Isso evita que elas apodreçam, estraguem as flores e gerem mau cheiro.

- Evite expor as flores ao sol e ao vento.

- Algumas flores são mais sensíveis que outras, então saiba que é natural que algumas delas pereçam primeiro.

- As flores murchas devem ser retiradas imediatamente do buquê.

Com esses cuidados e as condições climáticas favoráveis, evitando-se os extremos, os buquês podem durar até 7 dias.

 

Como cuidar dos arranjos em espuma floral?

Diferente das flores frescas em buquês, os arranjos não precisam ser colocados em um vaso assim que recebidos. Os arranjos já possuem sua base. Se o arranjo recebido estiver em uma espuma floral não há como retirar as flores para cortar o caule. Mas há outros cuidados que você pode tomar para manter a cor e a vida de seu arranjo:

- Assim que receber, coloque seu arranjo em um ambiente fresco e arejado.

- Acrescente água na espuma floral todos os dias, a esponja verde que fica no centro do arranjo, evitando colocar água sobre as flores. A espuma floral deve estar sempre úmida. Só as rosas, hortênsias e folhagens verdes gostam de ser borrifadas com água, outras flores não devem ser borrifadas.

- Não deixe que a espuma floral seque totalmente, pois as flores desidratam muito rápido. Evite também expor os arranjos ao sol e ao vento. 

- Algumas flores são mais sensíveis que outras, então saiba que é natural que algumas delas pereçam primeiro.

- As flores murchas devem ser retiradas imediatamente do arranjo.

- Os conservantes próprios para flores prolongam a vida útil do arranjo, deixando a água cristalina e sem odor. Ele pode ser usado toda vez que a água for acrescentada. Siga as instruções de uso de acordo com o rótulo do fabricante.

Com esses cuidados e as condições climáticas favoráveis, evitando-se os extremos, os arranjos podem durar até 7 dias.

 

Como cuidar dos arranjos no vidro?

Se o arranjo recebido não estiver em uma espuma floral, retire as flores da base e faça um corte diagonal nos caules das flores de aproximadamente 2 cm, troque a água, o suficiente para cobrir dois dedos dos caules;

- Troque a água e corte 2 cm dos caules das flores e folhagens todos os dias. Isso possibilita absorver água mais rapidamente e durar mais.

- Os conservantes próprios para flores prolongam a vida útil do arranjo, deixando a água cristalina e sem odor. Quando ele é usado, a troca de água e poda podem ser feitas a cada 3 dias. Siga as instruções de uso de acordo com o rótulo do fabricante.

- Algumas flores são mais sensíveis que outras, então saiba que é natural que algumas delas pereçam primeiro.

- As flores murchas devem ser retiradas imediatamente do arranjo. 

Com esses cuidados e as condições climáticas favoráveis, evitando-se os extremos, os buquês podem durar até 7 dias.

 

Como cuidar dos buquês com flores secas?

Flores secas exigem menos cuidados e têm durabilidade muito maior que os buquês de flores frescas. Em geral, não há um prazo de validade para esse tipo de buquê, mas é bom ficar atento: a exposição direta ao sol causa perda de coloração, e a umidade e o vento também podem danificar seu arranjo.

 

Como cuidar do terrário aberto?

Siga essas dicas para manter seu terrário bem cuidado:

- Regue sempre que o solo estiver completamente seco. Toque no solo e você vai perceber. Em geral, em períodos quentes, você vai regar uma vez a cada 15 dias. Em períodos frios, uma vez por mês.

- O mais importante é observar as plantas. Se elas estiverem com caules e hastes moles, folhas enrugadas ou folhas amareladas, é sinal de que se você está molhando demais. Se as plantas estiverem com pouco brilho, pontas murchas e folhas ressecadas, é sinal de que se está molhando pouco. 

- Para molhar, use uma seringa ou uma pequena colher. Regue sempre diretamente na terra e não nas folhas. O terrário não tem escoamento de água, por isso, use apenas água suficiente para deixar a terra úmida. 

- Deixe o terrário em local bem iluminado, arejado e sem sol direto. 

- Em caso de mofo ou bolor no vidro ou nas plantas, limpe com papel toalha e remova as folhas infectadas.

- A poda é importante para a renovação das plantas. Remova sempre as folhas que estiverem murchas ou secas.

- Lembre-se de girar o terrário com frequência para que todas as plantas possam receber a mesma luminosidade.

 

Como cuidar do terrário fechado?

Siga essas dicas para manter seu terrário fechado bem cuidado:

- Deixe o terrário em local bem iluminado, arejado e sem sol direto.

- A rega ocorre quando o terrário der sinais de que precisa de água. O momento da rega será quando não tiver transpirações e formar gotas no vidro. 

- Prefira água filtrada e regue em direção ao vidro e musgo. Não molhar diretamente nas folhas.

- Caso o terrário esteja com muita umidade, deixe-o aberto até o vidro secar um pouco.

- O vidro pode ser higienizado com papel toalha seco ou com pouco de álcool.

 

Como cuidar da Kokedama?

Para rega la você pode seguir uma dessas opções:

. Mantê-la submersa na água até parar de sair bolhas de ar.

. Em um recipiente colocar água, até um pouco mais da metade da bola, e manter até que ela fique encharcada

. Colocar embaixo da torneira até encharcar a bola.

- Após um desses processos, deixar escorrer e expor pendente ou em prato.

- Adubar de 15 em 15 dias ou pelo menos 1 vez por mês aplicando adubo líquido nas folhas e na rega.

- Manter a planta bastante iluminada

 

Como cuidar de hidrocultura?

- Manter a planta sempre em local com muita luz, próximo de uma janela bem iluminada.

- Manter o nível da água cerca de dois a três dedos abaixo das pedras, isso mantém as raízes hidratadas e impede a entrada de mosquitos.

- Trocar a água a cada 15 ou 30 dias, com água filtrada de preferência.

- Limpar sempre que o vaso estiver sujo ou as raízes crescerem muito.

- Caso necessário, podar apenas 1 terço da raiz e replantar o vaso.